quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010


Livros marcantes

2




Boa noite!! Estou mesmo sem tempo para escrever e muito menos inspiração.
Nas férias eu pensei muito sobre minhas habilidades, as materias que eu domino e fiquei decepcionada por não lembrar de nada. Depois eu me lembrei da leitura. Eu aprendi a gostar de ler desde de pequena e sei um pouco sobre livros. É uma coisa que eu gosto, que eu aprendi com meu pai, que aprendeu com meu avô, e que eu vou ensinar aos meus filhos. Por isso hoje eu vou falar um pouco dos livros que marcaram minha vida e deixo aqui como sugestão de leitura! Beijos



Dom Quixote -Miguel de Cervantes
Enredo: Dom Quixote era um fidalgo que de tanto ler romances de cavaleiros medievais realmente acreditou que era um. Isso envolve o seu companheiro Sancho Pança, sua amada Dulcinea de Toboso e seu 'alazão' Rocinante, além de várias passagens muito interessantes como a alucinação dos moinhos de vento que é citado até na música da banda Engenheiros do Havaí (Dom Quixote).

Esse livro é com certeza o mais marcante da minha vida pois com ele que eu constriu muitas lembraças do meu pai na infancia. Vou me explicar:quando pequena eu e meu pai nos víamos pouco, mas quando ele podia líamos um livro juntos. Dom Quixote foi o primeiro deles, pelo menos o primeiro que eu lembro. O que eu li na época era uma adaptação da obra original, e eu odeio adaptações, pois acredito que perde a qualidade, mas essa é a única adaptação que eu amo! Eu tenho o texto integral aqui em casa, a mesma capa da imagem, e pretendo ler ainda, mas estou dando preferência aos que eu não conheço a história!

A chave do tamanho - Monteiro Lobato
Enredo: Se não me engano, em plena 2ª Guerra Mundial, a Emília usou o pó de pirlinpinpin para desligar a chave da guerra e o mundo ficar em paz. Mas chegando lá ela desligou a chave do tamanho por engano e todos diminuiram. É muito legal as tecnicas que eles usam para sobreviver e essa nova pespectiva. No final ela faz um trato com Hitler!

Adorei ler esse livro, faz muito tempo, confesso. O interessante é que eu o li super empolgada pois foi o primeiro livro grande da minha vida. Não era so "grande" era de capa dura, e eu sempre quis chegar na estante dos livros de capa dura do meu pai!! A história é bacana, foi o único livro do Monteiro Lobato que eu li, mas gostei muito da sua descrição, a linguagem é simples e a leitura é prazerosa. Vale a pena ler!

O diário de Anne Frank

Enredo: Duas familias de judeus ficaram escondidos num esconderijo dentro de uma loja acho que por dois anos, e Anne Frank resolve fazer um diário para relatar os seus dias de clausura e também para passar o tempo, pois não havia muito o que se fazer. A comida era limitada, eles tinham que tomar cuidado com barulhos e nunca abrir as janelas ou cortinas. O diário é interrompido quando Anne Frank morre, com 15 anos de idade.

Este aqui eu salvei do monte de livros para doar, depois que minha mãe fechou o Kumon dela. Eu o li ja sabendo que ela morria, entao eu li com um sentimento bem diferente, posso dizer realista, pois eu lia os pensamentos daquela menina, na epoca, da minha idade, com sonhos, medos... eu me identicicava com ela, e ler isso ja pensando que nada iria se concretizar... foi triste. Me tocou muito esse livro, está na lista dos meus preferidos!

O pequeno príncipe - Antoine de Saint-Exupéry

Enredo: Um piloto, por problemas no motor do avião cai no deserto do Saara. Então encontra um principezinho, dai em diante este mostra sua casa, sua preciosa rosa, eles viajam pelo espaço, onde encontram um rei, um contador, um político...

Este livro é uma fábula, e eu acho ele mágico pois cada vez que você o lê, alguma mensagem é acrescentada. Uma criança pode perfeitamente entendê-lo apesar de ser um livro feito especialmente para os adultos. Eu o li muitas vezes, a primeira com uns 8 anos de idade e ja tinha gostado, tem figuras feitas com as aquarelas do autor e tudo, e vale a pena ficar atento as metaforas, não são poucas e carregam um significado belíssimo.

Teatro de sombras de Ofélia - Michel End
Enredo: Ofélia tinha o sonho de ser atriz, mas por ter uma voz muito fraquinha trabalhou a vida inteira escondida num catinho do palco soprando as falas para os atores. Um dia encontrou com uma sombra sozinha e resolveu adotá-la. Depois disso vieram muitas outras e depois de acolher muitas montou o "Teatro de sombras de Ofélia", que foi um sucesso.

Também foi um dos livros que eu salvei da doação, ao final das aulas do Kumon. E assim como O pequeno príncipe, é uma metáfora que também fui entender depois, e não na primeira vez que eu li, na verdade, na primeira vez que eu li, o livro não me fez muito sentido. Mas depois entendi o quanto era belo!
Fala sobre a morte e a velhice. Mas é um livro infantil, com letras enormes, muita ilustração, o que não o torna menos interessante. Depois descobri que o autor deste livro também escreveu História sem fim, sim aquela que virou filme, do cachorrão que voava, isso já da uma ideia da qualidade da obra. Pelo menos pra mim, que cresci assistindo História sem fim!
 
Na natureza selvagem - Jon Krakauer

 
Enredo: Cris MCandless era um garoto de boa familia, bem instruído, formado em Direito, mas que me tanto ler Tólstoi, Jack London, saiu de casa apenas com uma mochila nas costas rumo ao Alasca, essa viagem para Cris foi fatal. Jon Krakauer investigou a saga deste rapaz e publicou um livro sobre a saga do Supertramp (seu codinome), depois adaptado em filme também.

Li agora em 2010 e foi especial porque me levou a uma reflexão profunda, sobre minha vida e seus valores, o que realmente importa, abriu minha mente para autores interessantíssimos, ate músicas! Normalmente assistir ao filme primeiro me desencoraja procurar e ler o livro mas esse eu não me arrependo mesmo, so ganhei lendo este livro.

É isso, claro que tem muitos outros livros interessantes que eu adorei e ate li mais de uma vez, mas especialmente estes marcaram minha vida, obrigada a todos que me ajudaram e especialmente meu pai que me apresentou ao mundo mágico da leitura. Boa noite!

2 Comentários:

Jessica disse...

O Dom Quixote foi um dos primeiros livros antigos e empoeirados que eu tinha na estante e decidi ler. *-* Até hoje é um "ídolo" para mim, hehe. Já o Diário de Anne Frank, tenho vontade de ler mas nunca tive oportunidade. Não sei se sou capaz de folhear as páginas desse grande livro. It just makes me sad before reading it =/

Marcus Vasconcelos disse...

Fico impressionado com tanta indicação boa. Vc deve ser bastante inteligente e culta, parabéns!

Falei que voltaria ;)

www.blogdomarcolinoo.blogspot.com

Postar um comentário

Que Personagem de Card Captor Sakura vc é?

Teste 
  feito no VICKYS.com.br

Teste feito no VICKYS.com.br